Comida

No dia dos namorados, não dê flores, dê orgânicos!

Conheça esses serviços de entrega de orgânicos
Letícia Genesini
08 de junho de 2016

Por que neste dia dos namorados, ao invés de dar flores e chocolates, você não dá um cesta de orgânicos? Antes que vocês nos achem loucos, pensem bem: como a flor e os chocolates, junta a beleza da natureza com comida, mas em um lugar só! Além disso, vocês podem usar para cozinhar juntos.

Mesmo que vocês achem a ideia um pouco fora da caixinha, fizemos essa lista de produtores e intermediários que entregam cesta de orgânicos. Mas o mais legal, é que não são apenas produtos certificados, mas também produtos agroecológicos, ou seja, que respeitam os processos naturais e sazonalidades da terra. Por isso mesmo vão ser cestas que você não vai conseguir escolher muito o que vem dentro, ao invés disso você vai reviver o tempo da sua avó e comer as coisas da estação que nasceram de acordo com as mudanças de chuva e temperatura. Se você quiser ter tomate o ano todo, não é nessas cestas que você vai achar não, mas se você quiser saúde para você, o produtor e a terra, chega mais:

QUITANDOCA

13139013_846070755537601_4003504005704891496_n

A Quitandoca é uma novidade ainda em São Paulo. Localizada no Pitico (grudado no Largo da Batata), quem for comer os falafels de lá, vai comer de quebra os vegetais deles. A iniciativa nasceu de estudantes de geografia na USP cuja pesquisa já se debruçava sobre a produção agroecológica paulista. Assim, elas reuniram em um só ponto de venda diversos produtores locais e de manejo sustentável.

Os pedidos das cestas são feitas pela internet, no site, e você retira lá no dia indicado (em geral sábado). A cesta completa vai 2 unidades de hortaliças, 1 hortaliça revogável, 2 temperos, 1,5kg de 3 legumes variados e 1kg de frutas (é bastante comida, então você também pode levar a meia cesta). Em geral eles tem opções a mais, por exemplo 3 hortaliças ao invés de duas, e você pode personalizar um pouco sua cesta.

O legal de ir lá, além do Pitico, é que a Quitandoca vende outros ítens que não entram na cesta, como grãos, cogumelos, castanhas e mesmo outros vegetais. Não sei vocês, mas eu sempre acabo comprando mais!

Cesta (10 itens): R$47,00
Meia Cesta (6 itens): R$27,00
Pedidos no site

 

SANTA ADELAIDE ORGÂNICOS

Imagem: Luiz Henrique Fotografia

Imagem: Luiz Henrique Fotografia

Conhecemos a Santa Adelaide orgânicos no Farm to Table (leia tudo aqui e aqui), onde passamos um dia lindo lá conhecendo a proposta linda de cultivo deles. Tudo isso sem saber que a gente já comprava produtos deles! Isso porque eles estão na Feira Orgânica do Ibirapuera!

Eles tem opções de cestas médias ou grandes que variam de acordo com a safra, e você pode fazer até duas trocas. A média da última semana rendeu quase 2kg de legumes, 3 unidades de hortaliças e 3 maços de ervas. A entrega das cestas é feita por regiões, às terças e quintas (ou retirada no sábado na Feira Orgânica do Ibirapuera).

Entregas Assinatura Semanal
Cesta M: R$54,00
Cesta G: R$74,00

Assinatura Quinzenal
Cesta M: R$57,00
Cesta G: R$77,00

Pedido avulso
Cesta M: R$61,00
Cesta G: R$81,00

Pedidos e informações: santa.adelaide.organicos@gmail.com

A BOA TERRA

Imagem: Julia Guedes

Imagem: Julia Guedes

A gente também conheceu de perto o trabalho lindo do Sítio A Boa Terra, no Café das Estações que eles realizam, como diz o nome, sazonalmente (e contou tudo aqui). Eles trabalham exclusivamente com entrega de cestas, que você pede pelo site. Você tem 3 opções de cestas, na última semana, a maior deles veio com 1kg de frutas, mais de 2kg de vegetais, 2 hortaliças e 1 tempero! Junto com a cesta você recebe o Informativo Semanal “Vida Saudável” com receitas, artigos e dicas ligados a saúde, produção e ecologia. Eles também não entregam ainda para toda a cidade, e cada região tem um dia de entrega.

Cesta de vegetais e frutas R$54,50
Cesta pequena de vegetais e frutas R$38,50
Cesta de frutas R$36,00

Pedidos no site.

BANCA ORGÂNICA
Screen Shot 2016-06-08 at 4.01.26 PM

A Banca Orgânica é um iniciativa incrível do Instituto Auá, que vai além de comprar uma cesta de orgânicos, é uma forma de construir uma rede de agroecologia. Explicamos: ao participar da Banca Orgânica você não compra a cesta ocasionalmente, mas sim se compromete a fazer parte dessa rede a partir de uma assinatura mensal. Porque isso? É um compromisso que você faz com o produtor de ser parceiro mesmo, pois isso gera garantia de distribuição que dá ao agricultor estabilidade econômica e possibilidade de planejamento antecipado da colheita.

A distribuição não tem um centro, mas funciona por coletivos em bairros que comportam de 7 a 15 associados (ou cestas). Ao se inscrever você se associa ao coletivo do seu bairro, que vai possuir  dia e local de retirada de cestas específicos. Se ainda não existir ainda um coletivo próximo à você, você pode criar um. Isso fará de você um membro colaborador responsável por organizar as retiradas de cestas. Em contra partida você ganha um desconto de 50% por ter aberto o coletivo, ou de 100% se ele chegar a 15 pessoas.

E se eu for viajar? Você pode suspender a cesta 2 vezes por semestre (porém a mensalidade é mantida). O legal é que se você não for consumir algo você doe para amigos, colegas, familiares ou para qualquer pessoa que precisar (acho que o que não falta é gente precisando de alimento, ainda mais de qualidade, né?)

Contribuição mensal: R$200,00 (1 cesta semanal)
Dúvidas e pedidos: contato@bancaorganica.eco.br ou no site

Foto de capa: Luiz Henrique Fotografia