Programação

É Carnaval! | 2016

Confira a programação
Patricia Castellar Pirozzi
05 de fevereiro de 2016

Vem aí o Carnaval e com ele dias de calor, folia e também de muita diversão saudável na cidade.

São Paulo no feriado é perfeito para aproveitar a cidade mais tranquila, cuidar da mente e manter o corpo em sintonia com muitas atividades atrativas que ela oferece. Por isso, montamos um roteiro com sugestões saudáveis e alegres na cidade com algumas dicas para quem pretende entrar na folia de forma saudável e divertida. 🙂

Verde que te quero verde

2.saopaulosaudavel_arlivre0502

Atividades físicas ao ar livre, como bike e caminhada, são ótimas para aliviar o calor e recarregar as energias junto à natureza. Além do Parque Ibirapuera, que a maioria das pessoas conhece, o parque Villa-Lobos é uma excelente opção e está bem perto da ciclofaixa que atravessa a região de Pinheiros e Alto dos Pinheiros. É um percurso com uma paisagem fantástica que vale conferir.

Para quem quiser manter um pouco da rotina, os treinos também não param. Em plena segunda de carnaval (08/02) o pessoal da assessoria Quality Coach estará no Parque do Povo em dose dupla: às 9h com um circuito funcional, e às 10h10 com luta funcional (R$30/cada). Para participar é só se inscrever antecipadamente pelo WhatsApp (11) 96924-0295.

Ainda na segunda, às 16h30 a personal do momento, Cau Saad estará com sua equipe na Praça Cidade de Milão, próximo ao Ibirapuera, para um WorCaut! O treino é para os alunos assinantes do WorCaut, mas se você nunca fez um, a Equipe Cau Saad te convida para uma aula experimental gratuita. As inscrições são através do email worcaut@causaad.com.br .

 

Relax e ambiente saudável

3.saopaulosaudavel_hyatt

Que tal um mergulho em uma piscina geladinha e curtir o sol em um hotel sem se preocupar com diárias?  O hotel Grand Hyatt é excelente e cobra um valor único para a utilização das piscinas (interna e externa) e ainda oferece sauna para completar o detox.

E um mirante urbano totalmente revitalizado? O mais novo espaço público da cidade, o Mirante Nove de Julho, abriga o restaurante Mercado Efêmero e a lanchonete Isso É Café, além de contar com uma excelente vista e energia saudável de muita integração urbana.

 

Trilhas e desafios

4.saopaulosaudavel_pedra

Há inúmeras belas cachoeiras próximas a São Paulo e bem pertinho — a 62 km — está a Cachoeira do Funil. Com um cenário fantástico re-energizante para a mente e o corpo, é um passeio incrível!

Outro local que indicamos, agora dentro de São Paulo, é a Casa de Pedra. No bairro da Água Branca, ela é o maior ginásio de escalada esportiva do país com paredes de até 14m de altura e muita programação para iniciantes e atletas experientes. Nós fizemos recentemente uma matéria contando tudo sobre, dá uma conferida aqui.

 

Ritmos variados e frequência máxima

5.saopaulosaudavel_bloquinhos

A cidade oferece uma intensa programação no Sesc em vários bairros que aposto que vai fazer você tirar o pé do chão e recarregar o coração. Nossa dica? A Maria Gadú se apresenta no Sesc Pinheiros dias 05, 06 e 07/02  divulgando seu novo Cd com musicas brasileiras e instrumentais.


E nada como ir atrás de um Bloco na rua e aproveitar toda essa música ao ar livre! A programação dos blocos você encontra no site de carnaval de rua da prefeitura.

 

Respirando arte estimulando a percepção dos sentidos

6.saopaulosaudavel_dialogoescuro

Diálogo no Escuro é uma incrível exposição itinerante. Criada na Alemanha, ela já foi vista por 8 milhões de pessoas em mais de 32 países e 130 cidades pela Europa, Ásia, Oriente Médio, África e Américas.

Seu conceito é mostrar como é o mundo sem o sentido da visão. Os visitantes são conduzidos por guias deficientes visuais através de salas totalmente escuras e especialmente construídas, em que cheiro, som, vento, temperatura e textura apresentam as características de ambientes cotidianos como parques, ruas, mercearias, cidades e cafés.

Pessoas que podem ver são levadas para fora do seu ambiente familiar e são os guias com deficiência visual que proporcionam segurança e sentido de orientação, e através dessa inversão de papéis, não apenas os visitantes aprendem a interagir sem a visão usando seus outros sentidos, mas as rotinas diárias tornam-se uma nova experiência.

Além disso, durante e após a visitação, o público tem a oportunidade de fazer perguntas que normalmente não tem a chance de fazer a uma pessoa com deficiência visual reduzindo as barreiras de ambos os lados.

 

Com essa programação na cidade, mente, corpo em sintonia e diversão garantida.
Boa folia!

 



leia mais sobre fim de semana